Variedades

Cães da Serra da Estrela das duas variedades

Foto: Albino José Poças

Apesar da popularidade de que a raça goza em Portugal e do crescente interesse que vai suscitando noutros países, a maioria das pessoas desconhece que ela existe em duas variedades: a de pêlo comprido, mais divulgada, e a de pêlo curto, a preferida dos pastores para o trabalho com o gado.

Pêlo comprido

 

Originalmente concentrada no sopé e encostas da Serra da Estrela viradas a Sul, amplamente disseminada em Portugal nas duas últimas décadas do século XX e exportada para outros países onde existem alguns criadores, esta variedade tem muito maior projecção devido à espectacularidade e grande beleza das pelagens profusas. Apesar de não exigir cuidados especiais de manutenção, o pêlo comprido requer, no entanto, escovagens regulares, semanais para evitar a formação de nós, eventualmente diárias nas épocas da muda do sub-pêlo (Primavera e Outono). Embora muitos exemplares possuam uma pelagem fina e lustrosa, a textura da variedade de pêlo comprido deve ser, como a de pêlo curto, cabreada, ligeiramente áspera, preferencialmente com alguma oleosidade, a qual ajuda a impermeabilizar a pelagem e consequentemente a proteger o animal da humidade e do frio.

 

Pêlo curto

Proveniente dos cumes e encostas Norte da Serra da Estrela, onde ainda desempenha a sua função original de cão de gado, a variedade de pêlo curto era, no início do século XX, muito mais numerosa do que a de pêlo comprido. A crescente apreciação da segunda e um conjunto de factores sócio-económicos, tais como o abandono da actividade pelos pastores e a emigração, quase a fizeram extinguir-se. Nas últimas décadas, graças ao esforço de alguns criadores e ao retomar da pastorícia, o Cão da Serra da Estrela de pêlo curto tem vindo a ser reabilitado. Ainda assim, o número de exemplares registados anualmente no Clube Português de Canicultura é de apenas cerca de 8% do efectivo total da raça. Apesar de densa, a pelagem curta é de manutenção fácil e rápida, não tendendo a formar nós e apenas carecendo de escovagens frequentes na época da muda.

Cães da Serra da Estrela das duas variedades. Foto: Ponta da Pinta

Cão da Serra da Estrela de pêlo comprido. Foto: Solar dos Serras

Cão da Serra da Estrela de pêlo curto. Foto: Albino José Poças

©2015 Comunidade do Cão da Serra da Estrela

  • White Facebook Icon